A Consellería de Economía e Industria lidera um projeto europeu que impulsiona a eficiência energética nas empresas através das TIC
02 0

Postado por  em Entic-PT

O diretor do Igape, Javier Aguilera, apresenta a iniciativa ENTIC que conta com o Instituto como chefe de fila e com o Inega como parceiro de referência. Destaca que o projeto servirá para apoiar a transição das PME para modelos energéticos sustentáveis baseados nas tecnologias da informação e da comunicação, estimulando novas oportunidades de negócio e emprego.

Santiago, 21 de março de 2013.- O diretor do Igape, Javier Aguilera, participou hoje na apresentação do projeto ENTIC de cooperação transfronteiriça entre a Galiza e o Norte de Portugal. O programa, liderado pelo Igape e que também conta com o Inega como parceiro de referência, tem por objetivo favorecer o desenvolvimento e a integração nas PME de medidas de eficiência energética e soluções e ferramentas TIC que permitam reduzir as emissões que poluem a atmosfera.

Neste sentido, o diretor do Igape está convicto de que este programa de cooperação facilitará melhorias competitivas ao tecido empresarial da eurorregião, apoiando a sua transição para modelos energéticos sustentáveis e inteligentes baseados nas soluções TIC. Da mesma forma, e segundo ele mesmo explicou, o projeto deverá servir também para estimular novas oportunidades de negócio e emprego na Galiza e no Norte de Portugal.

O diretor do Igape sublinhou a importância da poupança e da eficiência no setor industrial que representa 45% do consumo final de energia na Galiza. Por este motivo, explicou, a eficiência energética é um dos recursos de economia de custos mais rentáveis para influenciar a sua competitividade ao permitir que as empresas obtenham os mesmos bens com menos consumo, mantendo a mesma qualidade ou oferecendo qualidade superior nos serviços prestados, e a um preço inferior.

Nesta linha, Aguilera destacou que o desenvolvimento do programa terá uma dimensão prática direta, dado que inclui a prestação de serviços de poupança e eficiência energética para PME, que poderão assim melhorar a sua competitividade.

Para conseguir este objetivo, participam no projeto, além do Igape e do Inega, o Instituto Tecnológico da Galiza, a Confederação de Empresários de Pontevedra (CEP), a Confederação Empresarial de Ourense (CEO), a Agência de Energia do Ave (AE do AVE), o Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial (INEGI), a União das Associações Empresariais da Região Norte (UERN) e a Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC).

Esta nova iniciativa de cooperação transfronteiriça entre a Galiza e o Norte de Portugal conta com um orçamento total de 689 683,34 euros, do qual a Consellería de Economía e Industria garante cerca de 280 000 euros através do Igape e do Inega. Cerca de 75% do financiamento do projeto é proveniente do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).


Descarregar apresentações da jornada